Email Verification & Marketing

Baby Come Back: 5 dicas para planejar uma campanha de reengajamento de sucesso

minute read

Post Image

Quando se trata de e-mail, há muitas razões pelas quais os clientes podem ter se desinteressado pela sua marca. Talvez eles tenham recebido o conteúdo errado ou com muita frequência, ou suas necessidades simplesmente mudaram. 

Embora possa ser difícil dizer adeus, é sempre melhor excluir assinantes inativos do que mantê-los no seu programa e ver suas taxas de engajamento caírem.  

No entanto, você pode não precisar se despedir ainda. Alguns assinantes só precisam da motivação certa para engajar novamente! É por isso que as campanhas de reengajamento ainda são amplamente consideradas uma prática recomendada para programas de e-mail competitivos. 

Vamos nos aprofundar nas campanhas de reengajamento, no valor que elas fornecem e nas dicas que você pode aplicar hoje para começar a planejar uma campanha de sucesso. 

Medir o engajamento está mais desafiador do que nunca 

É sempre mais barato reter os clientes atuais do que conquistar novos. (Custa cinco vezes mais atrair um novo cliente!) Mas medir o engajamento do assinante está  mais desafiador agora que o Mail Privacy Protection (MPP) da Apple tornou as taxas de abertura menos confiáveis. 

O MPP impede que os remetentes usem pixels de rastreamento para medir as taxas de abertura e o uso do dispositivo, e mascara os endereços IP dos destinatários para evitar o rastreamento de localização. Ele faz isso pré-buscando e armazenando em cache as imagens de e-mail no momento em que os e-mails são entregues (desde que o dispositivo esteja conectado à Internet). 

Isso significa que todos os pixels de rastreamento serão acionados, independentemente de o destinatário abrir ou não a mensagem. Como resultado, as taxas de abertura disparam, mas não porque mais pessoas estejam realmente engajando.

Isso dificulta determinar quais assinantes estão realmente inativos e devem ser incluídos em uma campanha de reengajamento. No entanto, você pode superar esse desafio concentrando-se em métricas mais profundas no funil de conversão, como cliques, para medir o engajamento. 

Como saber quando é o momento para uma campanha de reengajamento 

Criar uma tabela de segmentação por período de engajamento (como a abaixo) pode te ajudar a determinar onde está a sua lacuna de valor e identificar quando você deve lançar uma campanha de reengajamento.

Revise os seus grupos de segmentação por período de engajamento criando segmentos com base no último clique ou na data da última compra. Em seguida, dispare mensagens para cada segmento separadamente para avaliar o desempenho e identificar onde está a queda. Pode ser necessário modificar os segmentos dependendo da frequência de envio. Por exemplo, os remetentes que enviam uma campanha por semana podem precisar ajustar seus segmentos por período para avaliar os cliques no número anterior de campanhas ao invés de um intervalo de datas. 

Neste exemplo, há um declínio drástico no volume de envio e nas conversões quando o remetente envia um e-mail para qualquer pessoa cujo último clique tenha sido há mais de seis meses. Seria prudente que esse remetente implementasse uma campanha de reengajamento quando os assinantes atingirem seis meses de inatividade de e-mail. 

Dicas para desenvolver uma campanha de reengajamento de sucesso

Dependendo da sua marca, existem muitas técnicas para desenvolver e desenhar uma campanha de reengajamento de sucesso. Aqui estão algumas dicas que podem te ajudar a recuperar o interesse dos seus assinantes inativos. 

1. Use a personalização para contar uma história

Crie uma campanha que conte a história do relacionamento entre a sua marca e o assinante para lembrá-los de por que eles começaram a engajar com a sua marca em primeiro lugar. 

Agradeça  por apoiarem sua marca por X dias, relembre os bons momentos que passaram juntos incluindo um resumo das compras anteriores e mostre a eles o que o futuro reserva promovendo produtos da moda que você acha que eles vão gostar . 

Use o que você sabe sobre o histórico de compras deles, há quanto tempo eles estão na sua lista e quaisquer dados de zero-party que você tenha para personalizar a campanha e informar quais produtos incluir. Certifique-se de personalizar a linha de assunto também, já que é a primeira coisa que o assinante vê – e a parte que o atrairá a abrir seu e-mail!

2. Mostre o valor do seu programa de e-mail

Qual valor o assinante está ganhando ao se inscrever no seu programa de e-mail? É importante comunicar claramente esse valor para que eles se sintam incentivados a ficar. 

O valor pode ser monetário, na forma de códigos de cupom e descontos. Mas também pode incluir informações (seja o primeiro a saber!), dicas e truques (como usar os produtos) e concursos (seja destaque em nosso Instagram!). 

Como um profissional de e-mail marketing, é fácil se perder no mindset de “Vender! Vender! Vender!” Por isso, é importante dar um passo para trás e se colocar no lugar dos consumidores: o que te convenceria a permanecer inscrito no seu programa de e-mail se estivesse no lugar deles? 

Thirdlove, por exemplo, lembra aos assinantes que, ao se inscrever nos seus serviços, eles encontrarão valor em não precisar usar um provador para experimentar roupas novas. 

  

3. Ofereça outras maneiras de estar conectado

Embora o e-mail seja o principal canal de comunicação no mundo do marketing digital, alguns clientes preferem interagir com a sua marca de outras maneiras. Isso pode ser difícil de ouvir para a maioria dos profissionais de e-mail marketing, mas é melhor manter o cliente interagindo com você de alguma forma do que deixá-lo ir para sempre. 

Na sua campanha de reengajamento, destaque os seus canais de mídia social e inclua uma opção para se inscrever no SMS (se a sua empresa estiver utilizando esse meio). Você também pode trabalhar com o seu administrador de redes sociais para promover um código de cupom exclusivo por e-mail que incentive os seguidores a reengajarem com a sua marca por e-mail. 

4. Promova seu centro de preferências

Informe aos assinantes que, se estiverem dispostos a reengajarem com a sua marca, será da forma como eles quiserem. Promova o seu centro de preferências na sua próxima campanha de reengajamento para que os assinantes saibam que têm o poder de escolhao sobre a frequência com que recebem os seus e-mails e quais produtos são promovidos. Se o motivo pelo qual eles desengajaram foi porque estavam recebendo muitos e-mails, isso permite que eles compartilhem suas preocupações sem precisar cancelar a assinatura.

5.Opção de cancelamento de assinatura sem atrito

Esta condição não é negociável. Se alguém quiser parar de receber as suas mensagens e não tiver a opção de cancelar a assinatura, cairá na alternativa, que é clicar no botão de spam. Fornecer a opção de cancelar a assinatura do seu programa de e-mail é crucial para manter uma boa reputação do remetente, proteger sua entregabilidade e até mesmo permanecer em conformidade com as leis globais de privacidade. 

Não seja malandro e tente ocultar ou redirecionar o link de cancelamento de inscrição. Certifique-se de que está claramente visível. Destacar sua opção de cancelamento de assinatura envia um sinal positivo de que você é um remetente transparente e confiável. A empresa AARP, por exemplo, apresenta a opção Não Receber Nenhum com tanto destaque quanto as outras opções de frequência no seu e-mail do centro de preferências. 

  

Como você está tentando engajar novamente os assinantes porque eles estão entrando em território inativo, você pode ter altas taxas de cancelamento de assinatura com esta campanha. Mas é melhor deixá-los cancelar a inscrição do que incomodá-los a ponto de reclamar. Além disso, para os assinantes que permanecem, você pode se sentir confiante de que é porque eles quiseram, não porque foram forçados a isso. 

Saiba quando é hora de deixar ir   

Aproveitar essas dicas é um bom lugar para começar a planejar uma campanha de reengajamento de sucesso. Apenas lembre-se: se você enviar uma série de campanha de reengajamento e os assinantes não agirem, é hora de dizer adeus e movê-los para sua lista de supressão. 

Procurando mais dicas práticas para alcançar o próximo nível de desempenho de e-mail? Confira o último episódio da nossa nova série de webinars, Inbox Insiders.